Conferência CR3+

Postcard cr3

A Conferência CR3 + é um esforço colaborativo entre ISAE (Brasil), La Trobe Business School (Austrália), Audencia Nantes School of Management (França) e Hanken School of Economics (Finlândia).

Signatárias do PRME (Princípios para Educação Executiva Responsável), as quatro escolas têm trabalhado juntas, desde 2008, em um esforço para trocar ideias, pedagogias, currículo e pesquisa na área de responsabilidade corporativa.

A Conferência de 2015 foi realizada no ISAE, em Curitiba, no Brasil, nos dias 11 a 12 de novembro, o tema foi Governança e sustentabilidade.

Maxwill Braga, coordenador do Programa Muuvit Brasil e da Gestor de Conhecimento no Instituto Compartilhar, participou da conferência como palestrante e telespectador, abaixo seu depoimento sobre o CR3+:

“A Conferência foi muito bem organizada e foi bem interessante por ter envolvido pesquisadores de quatro países, eu participei nos dois dias, no primeiro momento houve uma palestra de abertura sobre a questão de sustentabilidade e governança, o prefeito de Curitiba Gustavo Fruet, o presidente da FGV e também o Embaixador da ABC (Associação Brasileira de Cooperação) estavam presentes e falaram sobre quais são os projetos de cooperação do Brasil com outros países que podem gerar sustentabilidade no Brasil e melhorar a governança, seguido por palestras e apresentações de artigos. “

O artigo apresentado por Max falou sobre internacionalização do Muuvit Finlândia/ Brasil, descreveu o modelo de governança e a cooperação necessária envolvendo Muuvit, PNUD, Embaixada da Finlânida, além da cooperação intersetorial que foi necessária para implementar o Muuvit no Brasil, envolvendo outros setores, principalmente o setor público, departamentos, secretarias de educação, secretaria de esporte e também o segundo setor, o privado.

A ideia principal foi que o Muuvit pode servir de modelo para internacionalizar outras plataformas, não apenas de educação, mas plataformas que estimulem, por exemplo, sustentabilidade, saúde, etc. O Muuvit é também um exemplo de novas formas de gestão, como trabalhar em rede, fazendo com que as relações passem do vertical para o horizontal,  ao invés de serem hierárquicas.